Morar Mais Por Menos 2015

RELEASE DO AMBIENTE
Calmo e de personalidade forte. Assim, Márcia Mundim definiu o Restaurante,
criado num espaço de 67 m² que vem para homenagear o povo mineiro aqui
representado pelo livro Minas Gerais – Fazendas & Sabores do Leite, vencedor
do “Oscar” da gastronomia mundial, o “Gourmand Awards”.
O ambiente foi inspirado no povo acolhedor que é o mineiro e que hoje
incorpora o estilo contemporâneo de vida à sua tradição. Solicita que o
profissional de arquitetura tenha a habilidade de criar espaços aconchegantes
e atuais, que incorporem itens que contam as suas histórias.
O conceito de retrofit foi priorizado no ambiente, ficando à mostra as estruturas
arquitetônicas originais, além da revitalização dos materiais existentes. O
aspecto envelhecido do piso em granito bruto, mesmo após a sua limpeza,
tornou-se um diferencial do local.
Restaurante com cara de casa. O layout do ambiente propõe espaços distintos.
A grande varanda da Deck&Sol é espaço indispensável para reunir amigos e
família. Os sofás de madeira em combinação com as mesas em fibra e as
cadeiras de corda proporcionam um ambiente descontraido com um toque de
requinte. O toque final está nos reposteiros em linho com abraçadeiras em
sisal.
O ambiente conta com privilegiada vista para a cidade e demanda proteção
contra vento e sol. A solução de toldo em forma de rolô vertical fornecida pela
Ozônio garantiu o conforto. O tecido possui uma transparência tal que não
ofusca a beleza da vista.
A bancada de mármore em Crema Paraná Bruto fornecida pela A3 Mármores e
Granitos acompanha as banquetas estilo vintage da Deck & Sol. É a mesa
coletiva do restaurante, local para resgatar a ideia de refeição em família e
reunião com os amigos.
Pendentes da Linha Vita encontrados na Templuz complementam a bancada.
Em formato de pinha, caem perfeitamente com o estilo do ambiente, rústico e
contemporâneo.
O armário de louças é móvel incorporado à tradição mineira. Na cor azul,
desenhado pela arquiteta e executado pela L’idea, passa pelas linhas retas do
contemporâneo sem perder a interpretação do estilo mineiro.
Este clima é evidenciado pelo desenho da clássica cristaleira, peça que une
beleza e função e que vem resistindo à passagem do tempo. A princípio era
volumosa, e na releitura feita pelo projeto ela foi incorporada ao armário com
simetria e leveza.
No centro do restaurante, todas as atenções se voltam para a montagem com
cipós feita em um dos pilares dando a sensação que brota uma árvore no meio
do ambiente. Executada pela Estrada Real.
Especial atenção para a parede decorada com mix de quadros, objetos em
cerâmica e fotografias. Os detalhes são precisos. O contraste de todas estes
objetos proporcionam uma visão da vida atual com um resgate da história.
Todas as obras de arte especificadas reconhecem o valor dos artistas mineiros
com carreira em ascensão.
Inspirada nas linhas retas e simplicidade de forma da geometria, a marcenaria
da divisória, em Carvalho Évora, melhorou a percepção de amplitude do
ambiente. O desenho de móveis é um excelente recurso para a otimização de
pequenos e grandes espaços.

MOSTRAS